Acesse a Loja

Retomar o contato com clientes em potencial com o remarketing pode aumentar a sua taxa de conversão e vendas

Você provavelmente já ouviu falar que não basta ter um bom produto à venda se ele não é divulgado.

Sendo assim, ter um bom plano de marketing ajuda não apenas a apresentar seus produtos, mas também a transmitir a confiança e autoridade da sua empresa para os consumidores.

Mas o que fazer para estar novamente em contato com um provável cliente que conheceu a sua marca?

É aí que entra em cena uma estratégia voltada especialmente para esta situação: o remarketing!

Confira neste artigo qual o funcionamento desta técnica, exemplos e uma das maneiras de aplicá-la em seu negócio!

Antes de tudo, vamos resolver uma dúvida muito comum quando o assunto é remarketing.

Retargeting é a mesma coisa que remarketing?

Remarketing e retargeting são semelhantes e possuem a mesma proposta.

O retargeting é umas das formas de fazer remarketing. Ele consiste em anúncios em redes sociais e buscadores para um cliente que mostrou interesse em um de seus produtos.

O remarketing tem o mesmo objetivo, mas o contato pode ser feito de diferentes formas, até mesmo por e-mail.

O principal motivo para esta confusão vem do Google: o termo remarketing é usado para definir a ferramenta de retargeting do Google Ads, o que dá a entender que estas duas palavras são sinônimas.

No retargeting, os anúncios aparecem constantemente ao longo do dia, ajudando o cliente a memorizar a oferta.

O que é remarketing e como ele funciona?

O remarketing nada mais é do que realizar uma ação de marketing para a mesma pessoa, principalmente se ela mostrou interesse em algum produto da sua empresa.

No remarketing podem ser aplicadas campanhas de e-mail para estimular os prováveis clientes a visitarem o site novamente, irem até a loja ou comprar um produto.

Pensando em estratégias de e-mail, use dos seguintes fatores para ter uma campanha de remarketing impecável seguindo os passos abaixo:

  1. Faça a segmentação do seu público-alvo

A campanha de remarketing é voltada para um público muito específico. Sendo assim, a segmentação deve ser muito bem-feita.

Alguns públicos que você pode incluir são:

  • Pessoas que não fizeram a compra devido ao abandono de carrinho;
  • Visitas feitas em uma determinada página ou produto do site;
  • Pessoas que se inscreveram na newsletter do seu blog;
  • Clientes que gastaram acima de um determinado valor, como exemplo R$ 50, R$ 100 e assim por diante.

Com os públicos definidos, já é possível criar uma lista para organizar quais mensagens serão enviadas.

Recomenda-se utilizar um software de automação de e-mails para desenvolver estas listas e disparar as mensagens no momento certo.

Alguns exemplos de softwares para e-mail são o Mailchimp, RD Station Marketing, Locaweb, SendGrid, Sendinblue, etc.

  1. Para cada segmento, uma campanha diferente

Cada público que foi mencionado no tópico anterior corresponde a uma campanha de remarketing diferente.

Nesta parte, personalize os anúncios para atender os públicos-alvo de maneira assertiva e correta.

Por exemplo: caso um consumidor tenha abandonado o carrinho, você pode adicionar no e-mail ofertas relacionadas ao produto que estava no carrinho e um cupom de desconto.

  1. Monte listas negativas para não incomodar outros clientes

Uma lista negativa tem como objetivo fazer com que os e-mails de remarketing não cheguem para aqueles clientes que compraram ao menos uma vez de sua empresa.

Ao criar uma lista negativa, você economiza recursos e evita inclusive que clientes fiéis deixem a empresa, principalmente quando eles se descadastram da sua lista de e-mails.

  1. Faça o disparo dos e-mails e acompanhe os resultados

Após seguir todos os passos anteriores, comece a divulgar os e-mails para as listas já montadas.

Ao final, confira se as mensagens foram abertas e se os potenciais clientes executaram ações como cliques nos links, por exemplo.

Planeje agora seu remarketing e aumente suas vendas!

Conforme vimos neste artigo, o remarketing é a melhor escolha para trazer de volta clientes em potencial para seu negócio.

Por meio de um planejamento bem estruturado e usando as ferramentas certas, sua campanha de remarketing pode resultar em taxas de conversão maiores e consequentemente em mais vendas!

Agora diga para nós abaixo, nos comentários: você já conhecia a estratégia de remarketing?

Caso conheça, já tentou executá-la em sua empresa?

Se você gostou deste artigo, divulgue-o em suas redes sociais!

Continue acompanhando o blog da Cetro e fique por dentro dos nossos conteúdos para desenvolver seu negócio!

tt ads

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.