Acesse a Loja

As boas práticas de fabricação de uma empresa devem ter como exemplo o manual que leva exatamente o mesmo nome do procedimento

O manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF) é um documento imprescindível que carrega todos os procedimentos e operações que devem ser aplicados pelos estabelecimentos do ramo alimentício. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é o órgão emissor do manual concedido exclusivamente ao estabelecimento determinado, sendo assim cada lugar deve obter seu próprio manual BPF de acordo com sua própria estruturação.

Basicamente, o manual BPF dispõe de medidas de organização e higiene, envolvendo diversos procedimentos desde a utilização de maquinários, estrutura física, armazenamento, controle ambiental, controle de pragas até a saúde dos colaboradores, tudo para garantir a segurança e qualidade dos alimentos. Sem este manual fica impossível obter a liberação de funcionamento por parte da Anvisa. Multas, interdições ou até mesmo o fechamento da empresa são os riscos concedidos aos que não cumprirem com a regulamentação oficial do órgão de vigilância sanitária.

Para manter-se atrativo no mercado, apenas ações de marketing e publicidade não garantem que o sucesso do seu negócio decole, é preciso estar regularizado e em dia com este sistema, assim manter-se nos padrões de qualidade intensifica a credibilidade do seu empreendimento perante a sociedade. O manual BPF deve ser fiel a estrutura física do local, tendo em vista que deve ser atualizado com a frequência mínima de uma vez ao ano.

Implementando este documento à sua empresa possibilita ter vantagens sobre a concorrência, logo, é possível identificar a diminuição de acidentes de trabalho, controle dos desperdícios de matérias-primas, como água, luz, energia, aperfeiçoamento da estruturação, beneficia o treinamento à novos funcionários, gera confiança no consumidor, além de aumentar as vendas e a validade dos produtos.

Não existe modelo pronto. Um profissional técnico em segurança de alimento deve ser exigido para elaboração do manual e, consequentemente, atender todas as legislações necessárias garantindo o funcionamento da produção local e preparando-a para futuras visitas de fiscalização.

Ter a certeza de que todos os funcionários estão cientes de suas funções é fundamentável, exatamente por isso, caso haja dúvidas, todos os colaboradores podem consultar o manual, sendo este o guia da empresa. Nele o colaborador compreenderá melhor sua função, métodos de higiene pessoal e do ambiente de trabalho, uniformes e quais equipamentos de segurança de trabalho (EPIs) devem ser utilizados.

Outros documentos exigidos pela Anvisa a fim de obter o desempenho correto dos processos e operações da empresa, os Procedimentos Operacionais Padrões (POPs) são anexos ao manual BPF que descrevem detalhadamente as operações necessárias na empresa, contendo itens que, segundo a Anvisa, são “procedimentos escritos de forma objetiva que estabelecem instruções sequenciais para a realização de operações rotineiras e específicas” dentro do estabelecimento, ou seja, possuindo este documento as etapas são regularmente executadas de maneira correta, propiciando resultados muito mais uniformes.

 Proprietário ou funcionário, é de interesse do responsável pelas atividades de manipulação de alimentos participar da elaboração desses documentos garantindo que estejam de acordo com as exigências das legislações.

A Cetro conta uma imensa variedade de equipamentos para pequenas, médias e grandes produções, com capacidade para atender diversos segmentos no mercado. Portanto, ao adquirir alguma máquina para sua empresa, seja iniciante ou para alavancar seus negócios, certifique-se de estar dentro das normas exigidas por lei de acordo com os órgãos competentes.

tt ads

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.