Assim como adquirir uma boa seladora, a composição de gases modificados pode fazer a diferença na hora de embalar seu alimento a vácuo; entenda mais sobre a atmosfera modificada


Sabe-se que, assim como entender o tipo de embalagem que deve ser utilizado em seu negócio, a utilização da atmosfera modificada, também conhecida por ATM, tem suma importância para qual a qualidade do produto embalado e exposto ao consumidor disponha de uma bela apresentação, como cor, aparência, textura, além de sustentar suas características.

Utilizar a tecnologia ATM gera grandes benefícios ao empreendedor, podendo garantir longa vantagem e deixando a concorrência para trás. Manter seus produtos frescos é dispor de seus valores nutricionais intactos por muito mais tempo. Hoje muitas pessoas procuram e só utilizam alimentos que possuam zero conservantes, exatamente pelo fato de que a utilização desses produtos químicos pode causar complicações a saúde. É aí que entra a tecnologia de gás ATM, criando uma gama de possibilidades de empregá-lo de acordo com o que for melhor para o produto em questão.

Desta forma, saber qual tipo de gás recorrer é tão importante quanto saber qual o material da embalagem e qual tipo de alimento deve estar sendo manipulado. A ATM consiste em modificar o ar presente na embalagem do alimento, a fim de garantir uma validade muito mais extensa e melhorar suas propriedades.

Mas como ocorre o processo de vácuo com injeção do ATM? Se você chegou até aqui, vamos identificar quais são os gases mais utilizados neste tipo de procedimento e como é realizado.

Dentre os gases que compõem nossa atmosfera talvez o mais conhecido seja o Oxigênio, afinal é ele que nos permite respirar.  Sabendo que o ar é composto basicamente por gases, como: oxigênio (21%), nitrogênio (78%), gás carbônico e gases nobres (1%), a atmosfera modificada tende a, literalmente, modificar essa composição dentro da embalagem, substancialmente reduzindo a quantidade de oxigênio no ar e substituindo-o por outro gás.

OXIGÊNIO

O gás oxigênio (O2) promove a oxidação, ou seja, em alimentos pode haver alteração de cor, sabor, multiplicação de bactérias, perca da validade máxima. Por conta disso, tende-se a retirar o O2 da embalagem consideravelmente ou completamente, substituindo-o por um gás menos reativo aos alimentos, como o nitrogênio. Apesar de ser um gás oxidante com algumas consequências ao produto, deve ser levado em consideração que há o efeito positivo de impossibilitar a incrementação e fortalecimento de bactérias e microrganismos anaeróbicos.

NITROGÊNIO

A conservação do alimento deve-se muito ao efeito inerte do gás nitrogênio (N2), pois ele não reage quimicamente a outras substâncias, não alterando as características do alimento assim como sua qualidade. O N2 tem efeito inibidor de microrganismos aeróbios, ou seja, microrganismos que dependem de O2 para sobreviver, sendo o gás mais adequado e mais aplicado na substituição do oxigênio em relação a atmosfera modificada.

GÁS CARBÔNICO

O gás carbônico (CO2) tem como ação principal evitar a proliferação de microrganismos de todos os tipos. Estas bactérias podem ser responsáveis pela degradação do alimento, porém, quando o CO2 entra em contato com a água, como em um ambiente úmido, por exemplo, a reação química presente torna o ambiente ácido. A acidez gerada pode, por sua vez, até mesmo eliminar todos os microrganismos responsáveis por essas degradações.

Entende-se que a ATM é muito vantajosa na utilização de produtos de diversos segmentos, principalmente alimentício, porém entender quais gases devem ser utilizados compostamente, tipos de embalagens necessárias e metodologias de trabalho são muito importantes para se obter o melhor trabalho possível e atingir extremo profissionalismo, independentemente do tamanho de sua produção.

Não são apenas grandes produtores que precisam de equipamentos que otimizem a produção. Em um pequeno empreendimento, também é necessário conseguir manter o ritmo, melhorar o tempo e aumentar a produtividade. Para isso, as máquinas de embalagem são ótimos recursos!

Importância das embalagens

Mais do que um simples invólucro, a importância da embalagem é perceber que ela desempenha um papel de destaque na proteção e conservação dos alimentos. Afinal, os protege contra adversidades que podem reduzir a sua vida útil. Por isso, as embalagens são desenvolvidas para manter a integridade dos alimentos.

Quando você está fazendo compras e vai escolher um produto nas prateleiras, você prefere levar a embalagem em perfeito estado ou a que tem algum amassado?

Mesmo que o conteúdo dentro de ambas seja o mesmo, optamos pela que está em perfeito estado.

Então por que levamos a que não está danificada? Acontece que os consumidores tendem a comprar o que é esteticamente agradável, apesar de saber que o conteúdo é o mesmo.

Leia mais: Benefícios do ATM na conservação de alimentos

Influência na compra

Já considerou ter embalagens com vazamentos, frágeis ou adulteradas por não contar com um processo de embalo ideal?

Isso pode refletir negativamente ao seu negócio com perdas prejudiciais. Portanto, usar máquinas de qualidade, com referência no mercado e capacidade de produção é fundamental.

Segundo pesquisa da Two Sides, as embalagens são importantes para todos os setores, afinal, direcionam a indústria a aperfeiçoar os materiais utilizados na fabricação desses produtos.

As características das embalagens que influenciam as compras, segundo a pesquisa, são:

  • 64% capacidade de proteger o produto;
  • 52% informações que elas trazem;
  • 47% facilidade de abertura ou fechamento.

Além disso, alguns atributos são transmitidos pela embalagem como: praticidade, facilidade de uso e segurança.

Máquinas para embalagem

As máquinas de embalagem facilitam o trabalho e dão agilidade aos processos. Ao optar por um equipamento deste tipo, sua empresa ganhará mais tempo na produção. Além disso, contam com precisão e padronização, dando melhor qualidade aos produtos oferecidos.

Existem máquinas de diversos tipos, alguns são até mais específicos para determinadas mercadorias. Abaixo, você confere modelos que serão muito úteis para seu pequeno negócio.

Seladora a Vácuo

Com a seladora a vácuo você consegue embalar os produtos de forma profissional e em maior quantidade. Essa máquina é fácil de manusear e alguns modelos contam com capacidade de produzir mais de 900 embalagens, levando em conta o tempo de vácuo + tempo para a selagem (realizado em alguns segundos).

Mas é ideal para aumentar a vida útil dos produtos, preservar sua qualidade e seus aspectos, otimizando o armazenamento. Pode ser utilizada para embalar laticínios, embutidos, carnes, legumes, grãos e outros produtos.

Seladora a Vácuo Comercial com Reservatório

Seladora Conjugada

Essa máquina é ideal para selar e, ao mesmo tempo, encolher as embalagens plásticas específicas para tal. O processo da seladora conjugada pode ser feito tanto na vertical quanto na horizontal e o encolhimento é feito no tamanho exato do produto.

Além disso, o equipamento conta com regulagem de solda e temperatura, sendo possível programar o tempo de selagem. É muito indicado para embalar pizzas prontas, caixas de ovos, doces, entre outros.

Seladora Conjugada em L

Seladora a Vácuo de Bico de Sucção

seladora a vácuo de bico de sucção é apropriada para realizar dois processos simultaneamente em um só equipamento: o vácuo e a injeção.

Assim, forma automatizada, é possível obter sucção, vedação e injeção de ATM — atmosfera modificada. Com isso, o produto tem garantia de extensão da vida útil, prevenindo a oxidação, bolor, corrosão e umidade nas mercadorias, além de fornecer um aspecto mais apresentável para a embalagem.

Com o bico de sucção, é possível obter retração automática. A máquina retira o ar, sela e já retrai o bico da embalagem. Garantia de rapidez, qualidade e otimização dos processos em um só equipamento!

Seladora Automática Contínua a Vácuo com ATM

A Cetro oferece soluções completas para todos os itens necessários que ajudam no processo organizar os alimentos de pequenos, médios e grandes produtores , como equipamentos para selar a vácuo e embalagens próprias para o preparo que atendem todas as certificações internacionais de qualidade.

Acompanhe o Blog da Cetro para conhecer outras técnicas de conservação de alimentos e equipamentos que podem aumentar a sua produtividade.