Acesse a Loja

Fique por dentro de como fazer para ingressar na área do empreendedorismo digital, que cresce todos os dias

Quando pensamos no empreendedorismo, muitos acreditam que se trata de ter uma loja ou quiosque em um local físico específico para atuação.

Com o passar dos anos e com a evolução da internet, essa afirmação foi ganhando outros sentidos.

Hoje, não é mais necessário ter um espaço físico para empreender, seja em um shopping, corredor comercial ou em uma avenida importante.

O empreendedorismo digital tornou-se mais comum, nele uma empresa atua apenas de forma on-line.

Sendo assim, confira neste artigo o que deve ser feito para empreender no meio virtual!

Afinal, o que é o empreendedorismo digital?

O empreendedorismo digital consiste em vender serviços ou produtos por meio da internet.

Alguns exemplos de empreendedorismo digital são aplicativos, cursos, softwares, sites de compras e marketplaces.

Contudo, isso não significa que o empreendedorismo digital se aplica apenas para as empresas 100% virtuais.

Muitos negócios que já existiam fisicamente tiveram que se adaptar ao ambiente on-line para não perder clientes.

Prova disso é que a pesquisa Panorama de Negócios Digitais Brasil 2020, feita pela plataforma HeroSpark, constatou que o empreendedorismo digital é uma fonte adicional de receita para 62% dos empreendedores digitais brasileiros.

Ou seja, o empreendedorismo digital é uma excelente forma de complementar os lucros ou faturar com um novo negócio!

Empreendedorismo digital no Brasil

De acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), 59% das pequenas e médias empresas (PMEs) realizaram vendas através das redes sociais.

Esse número foi impulsionado principalmente pelo isolamento social imposto pandemia da Covid-19, que aumentou o número de produtos e serviços digitais existentes no mercado.

Outro exemplo que podemos encontrar e que representa a importância do empreendedorismo digital é a transformação digital que as empresas vêm passando.

Em resumo, a transformação digital envolve o uso de tecnologias virtuais para alterar e modernizar processos empresariais, com o objetivo de que a empresa acompanhe a evolução tecnológica.

Segundo o Índice de Transformação Digital Dell Technologies 2020 (DT Index 2020), 87,5% das empresas brasileiras realizaram algum tipo de atividade on-line, estatística acima da média mundial, que ficou em 80%.

Como podemos ver, o empreendedorismo digital continua crescendo no país, principalmente graças a facilidade de uso das plataformas on-line de vendas e divulgação.

O que devo fazer para empreender no meio digital?

Planejamento antes de tudo

O primeiro ponto a considerar antes de entrar no meio do empreendedorismo digital é definir os principais aspectos do seu negócio.

Escolha qual será a área que sua empresa irá atuar, o produto ou serviço que será oferecido, o público que você irá atender, se algum investimento precisará ser feito, em quais redes sociais seu negócio estará presente, dentre outros itens.

Saiba como a tecnologia funciona

Você já fez o planejamento prévio e definiu o que será vendido. Mas tão importante quanto estes dois fatores é saber por qual meio o cliente irá chegar até o seu negócio.

É claro que você não precisa ser um especialista em tecnologia para conhecer o funcionamento dela, mas sim compreender como ela vai contribuir para seu dia a dia.

Por exemplo: seu empreendimento será uma confeitaria que funciona apenas por delivery. Neste caso, as plataformas que podem ser usadas em seu negócio são o WhatsApp Business, Facebook e Instagram.

Conforme sua empresa for crescendo, você pode inclui-la em aplicativos/sites de delivery, como iFood e Rappi.

Indo para mais um exemplo: caso você venda itens de artesanato, além das redes sociais, é interessante oferecer seus itens em marketplaces como Mercado Livre e Shopee e posteriormente em um site (e-commerce) próprio.

Portanto, estude previamente as ferramentas digitais, seus recursos e utilize o que for mais adequado para seu negócio!

Defina o modelo do seu negócio

Loja virtual ou redes sociais? Essa é a pergunta que deve ser feita quando falamos sobre os modelos de negócio no empreendedorismo digital.

Para quem atua na área alimentícia, o ideal é vender por meio das redes sociais e aplicativos de mensagem, como o WhatsApp.

Por outro lado, e-commerces e marketplaces são mais recomendados para roupas, utensílios domésticos, eletrônicos, acessórios, beleza, cuidados pessoais e outros.

Dessa forma, defina qual será o modelo de negócio que mais se adequa a sua empresa, incluindo a verificação de custos, vantagens e recursos que esses modelos oferecem.

Veja como está o mercado e o comportamento de seus concorrentes

Graças a facilidade de acesso e uso das ferramentas virtuais, muitas novas empresas nascem todos os dias, aumentando assim o número de concorrentes.

Tendo isso em mente, faça uma análise do mercado no qual você irá entrar.

Veja quais são os produtos mais vendidos, os canais de comunicação mais usados, a linguagem adotada para interagir com o público, etc.

Juntamente com esta pesquisa, procure conhecer quais são os pontos fortes e fracos de cada estabelecimento concorrente.

Assim, ao identificar os tópicos que determinado lugar não consegue cumprir, você poderá criar um diferencial em seu negócio que atenda o que o cliente espera.

Estruture uma estratégia de marketing e comunicação

Seu produto está bem definido e tem tudo para ser um sucesso. Mas de nada adianta isto se ele não é divulgado da forma correta.

Por isso, fazer um bom marketing garante o contato com seu público e a certeza de que seu produto será levado até seus clientes da melhor maneira.

Um ótimo exemplo que você pode seguir são de marcas que possuem perfis de sucesso em várias redes sociais, como Instagram e Twitter.

Veja como os produtos destas marcas são divulgados, a linguagem e interação usadas para falar com o público.

Inspire-se nessas marcas para definir a estratégia de marketing que mais se encaixa com seu negócio.

Você pode usar recursos como fotos, vídeos curtos, postagens interativas e outras ferramentas para divulgar seus produtos.

Dica: Se você quer aumentar o alcance das suas publicações, invista no impulsionamento (mídia paga).

Quais as vantagens do empreendedorismo digital?

Esta forma de começar um novo negócio traz muitos benefícios, tanto para quem está começando quanto para quem já está no mercado, mas precisa se adequar ao meio on-line.

As vantagens de empreender no ambiente digital incluem:

  • Baixo investimento inicial: para ter um negócio on-line não é necessário ter um espaço físico e arcar com suas despesas habituais (água, energia, internet, etc). Isto já representa uma grande economia de recursos, que podem ser aplicados em outras áreas da sua empresa.
  • Liberdade de horário e local: você pode gerenciar seu negócio de qualquer lugar, até mesmo de sua casa! Além disto, você define o horário de funcionamento de acordo com o que for mais adequado.
  • Retorno financeiro mais rápido: como o custo para abrir sua empresa on-line é muito menor, consequentemente os lucros serão obtidos mais rapidamente.
  • Autonomia: você decide o horário de funcionamento, canais de vendas, divulgação e com quais produtos irá trabalhar.

Torne-se um empreendedor digital e comece seu negócio agora mesmo!

Por fim, concluímos que o empreendedorismo digital pode ser uma excelente escolha para quem quer empreender de forma prática e simplificada.

Os baixos custos para começar, a flexibilidade de horário e gestão e as inúmeras áreas para atuar são os principais atrativos desta modalidade, que cresce todos os anos.

Lembrando: aqui no blog da Cetro temos conteúdos, tutoriais e dicas que vão ajudar seu negócio. Continue nos acompanhando!

tt ads

One Reply to “Empreendedorismo digital: como montar seu negócio on-line”

  • Livro Aprenda a Fazer Falta
    Livro Aprenda a Fazer Falta
    Reply

    I really enjoyed your article. Congrats on the content. 34787654

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.