Acesse a Loja

Puros, seguros e eficazes: transforme sua produção de comprimidos e cápsulas com o apoio de equipamentos desenvolvidos para otimizar o seu negócio.

Facilidade de consumo, transporte, maior preservação e otimização da liberação dos fármacos no organismo são apenas alguns dos benefícios que a produção de comprimidos trouxe ao mundo. Há mais de cem anos, essa inovação transforma a Indústria Farmacêutica global e, em 2023, a inovação continua.

Conheça os maquinários e as tecnologias desenvolvidos para otimizar e elevar a produtividade da cadeia de comprimidos e cápsulas!

Como aponta o artigo “Tecnologia de Produção de Comprimidos”, publicado na Revista Fármacos & Medicamentos, a preparação de fármacos em forma sólida, facilitou “certas características de preservação, estabilidade e liberação”. Possibilitando, dessa maneira, a produção em maior escala e transformando técnicas de cuidado e manejo sanitário.

Fotografia de um Abastecedor para Pós com Sistema Vibratório, ideal para a automatização da produção de comprimidos.
Para atender à crescente demanda, soluções como o Abastecedor para Pós com Sistema Vibratório promovem um aumento produtivo ao mesmo tempo em que asseguram a higiene e a integridade necessárias à Indústria de Fármacos. (Créditos: Comunicação/CETRO);

A nova forma de ministrar remédios alterou o modelo de indicações de prescrição, aumentando os intervalos de administração medicinal e, consequentemente, reduziu a necessidade de retorno constante do paciente. Processos de Inovação industrial, modificam as relações sanitárias globais das pequenas as grandes escalas, aponta o artigo. Na micro realidade, afeta, por exemplo, o indivíduo que prefere adquirir um medicamento em formato de comprimido porque reduz o sabor do remédio em comparação aos métodos tradicionais.

Em 2023, as projeções de crescimento e fortalecimento do mercado farmacêutico nacional mostram-se positivas. Segundo os dados do último Fórum de Expectativas, realizado pelo Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (SINDUSFARMA), cerca de 57% das empresas do segmento estão otimistas quanto ao crescimento da economia brasileira neste ano.

Espera-se ainda um crescimento de 10% para o setor, de acordo com os dados do Sindusfarma. Nesse cenário, é necessário saber como investir e conhecer os maquinários especializados em atender as necessidades de seus negócios. Saiba como as soluções da Cetro podem auxiliar na otimização de sua produção de comprimidos e comece o ano da melhor maneira!

Inovação e Comprimidos

Ainda que hoje seja considerado um dos setores com maior investimento em pesquisa e desenvolvimento (P&D) do país, a Indústria de Fármacos brasileira tende a inovar de maneira “contida e cautelosa”, de acordo com estudos do setor. Segundo a pesquisa “Indicadores De Inovação Tecnológica na Indústria Farmacêutica Brasileira no Período De 2008 a 2017” (2022), o esforço inovativo tende a acompanhar a movimentação do mercado e da concorrência, sem necessariamente buscar itens novos ou disruptivos.

O estudo aponta ainda a preferência do segmento pela inovação para a empresa, ou seja, o aprimoramento de processos internos e não voltados ao mercado, ainda que essas duas esferas, como explica o estudo da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), sejam processos complementares. Dessa maneira, a empresa consegue aprender e identificar como a melhora interna, baseada em tecnologia e processos, otimiza sua produção. Consequentemente, isso leva o empreendimento a buscar inovações para o mercado, já que as melhorias geram aprendizados e acúmulos de conhecimento cíclico.

De modo geral, conforme destaca a publicação da Revista Fármacos & Medicamentos, as tecnologias aplicadas à produção de comprimidos contribuem para a melhora no desempenho do processo de produção. Esse desenvolvimento em escala deve, portanto, ser baseado nas exigências de qualidade, em especial na pureza, na segurança, na eficácia e nos custos produtivos.

Conforme ressalta o artigo, desde o início da produção de comprimidos, novas tecnologias produtivas foram desenvolvidas. Dentre elas, processos, técnicas e equipamentos voltados à identificação de materiais, à pesagem, à granulação, à compressão e ao revestimento dos comprimidos. Um esforço coletivo que resultou em processos de elevado nível de eficiência e produtividade, o qual, conforme o estudo, exigiu também o aprimoramento e a qualificação de pessoal.

Conheça os maquinários da cadeia de produção de comprimidos e constate na prática a melhor maneira de otimizar seu empreendimento!

Desenvolvimento de Maquinários Especializados

Presentes do início ao fim da cadeia produtiva de cápsulas e comprimidos, diversos equipamentos foram desenvolvidos para atender às necessidades e dores do mercado fármaco nacional. Aprimorando e apoiando o sistema de negócios brasileiro, do microempreendedor ao grande empresário, confira alguns dos maquinários criados para o setor.

Conheça alguns possíveis caminhos da trilha de automação da produção de comprimidos nacional e descubra alguns dos maquinários Cetro que podem auxiliar seu empreendimento!

Ilustrado acima, o Abastecedor para Pós com Sistema Vibratório auxilia na otimização de diversas linhas produtivas, contando com um reservatório capaz de suportar até 150 kg e um sistema de calha vibratória para a manipulação de pós de diferentes densidades. Com estrutura completa em Inox, a solução conta ainda com rodízios que facilitam sua mobilidade e realocação.

A transformação e a otimização da produção de comprimidos nacional contam também com diversos equipamentos especializados nos diferentes processos da cadeia produtiva. As soluções de Encapsuladoras Automáticas da Cetro, por exemplo, auxiliam na automatização e no aprimoramento do sistema. A solução CACM 2200 contém componentes pneumáticos que garantem maior durabilidade e eficiência. Já o modelo CACM 3000 conta com um painel IHM que possibilita ajustes simples e intuitivos.

A Produção de Comprimidos na prática

Segundo a publicação “Tecnologia de Comprimidos”, as características adequadas de um comprimido são determinadas de acordo com a qualidade final do produto, após o cumprimento de determinadas operações técnicas; sendo divididas em:

— Químicas: pureza e teor;
— Microbiológicas: pureza;
— Físicas: peso, dureza, friabilidade, espessura, desintegração e dissolução.

Conforme explica a revista, definidas a partir da formulação do produto, as variáveis físicas garantem a estrutura final do comprimido. Como exemplo a sua rigidez, fator responsável pela análise da demonstração de resistência física e da capacidade para acondicionamento do comprimido ou da cápsula.

As variáveis físicas também caracterizam os parâmetros de avaliação e de garantia, assegurando que o comprimido irá se desagregar e dissolver o princípio ativo no tempo e local correto para a realização e a otimização de sua ação terapêutica. 

Quer saber mais sobre os processos de automação e os benefícios da otimização de tempo e produtividade? Conheça os equipamentos Cetro que atuam na redução de custos e no aprimoramento da linha de produção!

Para a parte de compressão e desenvolvimento da produção de comprimidos e cápsulas, equipamentos, como a Compressora Automática de Comprimidos Médios CAPPM 2500, incentivam a alta produtividade e a precisão necessárias para a Indústria de Fármacos.

Fotografia de uma Compressora Automática de Comprimidos Médios CAPPM 2500, ideal para a automatização da produção de comprimidos.
Totalmente fechada, além de garantir a segurança do operador, o design inovador em estação única evita a contaminação dos comprimidos. Confira os dados completos da solução e saiba como ela pode otimizar seu empreendimento! (Créditos: Comunicação/CETRO)

Esse equipamento é extremamente seguro, preciso e capaz de comprimir pós e materiais granulados para a produção de comprimidos redondos de diferentes tamanhos. A alta pressão de compactação unida a um processo padronizado e extremamente seguro torna esta Compressora Automática ideal para empresas que trabalham com produção em pequena e média escala.

Desenvolvida em Aço Inox, a Compressora CAPPM 2500 da Cetro foi confeccionada para evitar a oxidação, atendendo aos requisitos de higiene e durabilidade da Indústria Farmacêutica. Além de um painel de controle simples, com regulagens e botões intuitivos, essa solução conta com portas de acrílico que garantem a segurança do operador.

Fomentando a diminuição de riscos, a eliminação de custos desnecessários, como o desperdício de insumos, e a melhoria da qualidade final do comprimido produzido, veja na prática as melhorias em seu empreendimento!

Qualidades e Valor Agregado

Para além das características físicas dos comprimidos, a integridade das propriedades químicas da sua produção é assegurada por meio da garantia de pureza e segurança dos insumos, aponta a publicação da Revista Fármacos & Medicamentos.

Normas que envolvem a higiene e a qualificação profissional, como: instalações adequadas de produção, condições de armazenamento de matérias-primas e produtos, validação de procedimentos de limpeza e processos, são apenas alguns dos procedimentos e cuidados necessários para assegurar a integridade de uma produção de comprimidos.

Um exemplo de solução, parte do processo de ejeção ou expulsão, conforme caracterizado pelo pela publicação, é a Formadora e Seladora de Embalagem Blister CBM 150 da Cetro. Desenvolvida especialmente para as necessidades da indústria hospitalar e farmacêutica, este equipamento atende também laboratórios de cosméticos.

Confira o vídeo abaixo e acompanhe o processo de selagem e embalo em cartelas Blister. Um equipamento de alta tecnologia e controle inteligente IHM, essa solução realiza todo o processo de produção de comprimidos de forma automática! Entre contagem das cápsulas, separação dos comprimidos, desenvolvimento do molde da parte plástica das cartelas e a selagem do alumínio nas cartelas já preenchidas, a produção é feita de maneira autônoma.

Além disso, a máquina realiza o corte de todo o excesso de plástico e de alumínio, deixando as suas cartelas com aspecto mais profissional e padronizado!

Inovação de Processos

Segundo especialistas do mercado farmacêutico, as vendas online de medicamentos devem continuar sua trajetória de expressivo crescimento, cujo início se deve principalmente a influência da pandemia de Covid-19. Segundo dados da Sindusfarma, a participação de vendas online saltou de 2,5% para 7,9% em meados de dezembro de 2022.

Ainda que haja desafios ligados ao mercado nacional de medicamentos e, consequentemente, à produção de comprimidos, há de se destacar a relevância da Indústria de Fármacos no fortalecimento da inovação. Segundo o Guia Interfarma 2022, o setor registrou um aumento de 9% nos investimentos em Tecnologia e Desenvolvimento.

Conforme apontado anteriormente, segundo a pesquisa da UFSM, a maior parte dos processos de investimentos ligados às indústrias farmacêuticas e farmoquímicas estão focados na Inovação de Processos. Abordagem ligada à aquisição de maquinários, à transformação de táticas internas e a outras técnicas voltadas “da porta para dentro”.

Já as Inovações de Marketing, ligadas às necessidades dos consumidores, como a apresentação de novas embalagens e formatos, possuem um peso menor no investimento a longo prazo do segmento, registrando cerca de 20% do investimento total. Portanto, o setor possui baixa representatividade inovativa.

Por isso, a importância da relação Business to Business desenvolvida com empresas das chamadas Indústrias Meio, ligadas ao desenvolvimento de equipamentos que promovem o desenvolvimento de maquinários voltados a finalização do processo produtivo – como a embalagem.

Quer saber mais? Entenda como as embalagens conta-gotas auxiliaram o maior mercado farmacêutico da América Latina e como empresários têm otimizado suas linhas de produção com soluções Cetro!

Equipamentos como a Contadora e Envasadora de Cápsulas Automática Giratória CACCM R da Cetro promovem a otimização da cadeia de produção de comprimidos baseados na tecnologia aplicada ao seu desenvolvimento. A qualidade da fabricação da solução assegura a durabilidade da máquina e sua alta produtividade por um longo período.

Alta tecnologia e precisão fazem com que a CACCM R da Cetro seja a máquina ideal para a Indústria Farmacêutica brasileira, em especial para ramos que trabalham com a produção de comprimidos de diferentes formatos, como cápsulas, cápsulas de softgel e pílulas.

Agregue valor a sua produção com a Cetro!

Atendendo às demandas dos mais diversos núcleos de produção de comprimidos, as soluções Cetro podem ser customizadas conforme as necessidades de cada cliente. Para além do básico, conheça ainda alguns dos equipamentos Cetro que irão auxiliar na agregação de valor de sua produção de comprimidos!

Aumente sua produtividade e padronização com a Polidora e Selecionadora de Cápsulas! Ela é capaz de rejeitar automaticamente cápsulas ultraleves, fragmentos e cápsulas vazias, separando comprimidos fora do padrão pré-estabelecido.

Seja com os Desempoeiradores de Comprimidos ou com os Alimentadores de Cápsulas customizados, encontre o maquinário ideal para sua necessidade e transforme sua produção de comprimidos com a Cetro!


tt ads

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *