A máquina empacotadora é um equipamento que pode, por sua grande variedade de modelos, auxiliar em diversos tipos de produção, desde pequenas fabricações, mesmo individuais ou domésticas, até grandes indústrias com produções em larga escala.

Ao optar pelo maquinário que mais se adequa às suas necessidades, você deverá levar em conta alguns aspectos importantes, sempre direcionando seu pensamento não só às produções feitas atualmente, mas também possíveis insumos futuros.

O que é uma Empacotadora?

Em diversos segmentos de mercado, uma empacotadora é essencial para tornar a produção padronizada e aumentar a competitividade da empresa.

As empacotadoras contam com um sistema que possibilita dosar e embalar produtos com praticidade. Seu sistema gera as embalagens através de bobinas, que são mais baratas e geram economia.

A máquina possui sistema inteligente que ajusta o peso exato do produto a ser embalado.

Consequentemente, a quantidade extra que iria dentro das embalagens deixa de ser perdida para se converter em lucro.

Contudo, esse tipo de equipamento exige um operador para inserir a bobina das embalagens, abastecer a máquina com o produto e retirar o pacote finalizado.

Além disso, a automatização dos processos diminui problemas frequentes comparados à produção manual, como pausas e desperdício de insumos.

Com a produção automática é possível programar o fluxo de trabalho conforme a demanda.

Empacotadoras: Qual escolher?

Nos processos de empacotamento manual, toda a pesagem do produto é realizada já considerando uma pequena margem de erro.

Isso porque no setor alimentício, existem algumas regras a serem seguidas, com possibilidade de aplicação de multas caso a dosagem esteja além do permitido.

Entenda a diferença entre os processos manuais e automáticos.

Empacotamento manual

Durante o processo de empacotamento manual há um colaborador atuando e controlando os valores apresentados na dosagem do produto.

O funcionário acompanha todas as etapas do processo e confere as taras dos produtos, repassando os valores informados pela balança.

Essa ação transmite mais confiança aos gestores por entenderem que as quantidades embaladas estão corretas e dentro das normas.

Empacotamento automático

Como já dito, o processo automático de empacotar produtos envolve equipamentos tecnológicos, que são responsáveis por determinar o peso e dosagem ideal para cada embalagem.

O processo ocorre sem interferência humana direta, mas ainda é possível acompanhar o trabalho da máquina e conferir os produtos já feitos.

Essa etapa possibilita programar e ajustar os parâmetros do equipamento para garantir que as embalagens tenham a mesma dosagem e sem diferença de peso.

Cada máquina possui configurações específicas, porém todas garantem processos mais eficientes e baixa margem de erro.

Dessa forma, comparado com o processo manual, no empacotamento automático a empresa é favorecida por uma gestão eficiente de matéria-prima.

Assim o processo se torna mais assertivo e propõe a economia e redução do desperdício dos insumos.

Leia mais: A importância das embalagens no momento da compra

empacotadoras-cetroloja-loja-blog

Como escolher a melhor empacotadora?

O primeiro pensamento para decidir a sua máquina empacotadora deve ser em suas produções.

Isso porque existem modelos específicos para cada espécie de produto, e respeitar isso, é importante para garantir um fluxo realmente efetivo na fabricação e empacotamento.

Veja os pontos principais que deverá ter em mente:

Tipo de produto e embale

Mas considere: qual tipo de embalagem fica melhor em termos de conservação e venda?

Esse detalhe faz toda a diferença na hora de decidir a máquina empacotadora que precisará ter entre seus equipamentos.

Caso você produza itens que devem ser empacotados em sachês, por exemplo, existe uma empacotadora específica para isso, bem como para líquidos e pastosos e, claro, para grãos e pós, cujo equipamento ideal conta com uma balança, pois são produtos que devem ser dosados com precisão, por seu peso.

Volume de produção

Para volumes mais altos de produção, o melhor é ter à disposição um equipamento mais rápido.

É o caso de uma empacotadora com sistema pneumático, cujos pistões aceleram o processo e ajudam a selar melhor as embalagens, com mais robustez e economia de energia.

Em casos de produções menores, com um volume menos massivo, uma empacotadora automática comum é o ideal, assim é possível compreender como o fluxo de produção melhorará com o equipamento e, então, apostar em outras possibilidades de maquinário no futuro.

Diversidade de materiais 

Dependendo da sua produção, talvez você precise trabalhar com materiais diferentes.

Por isso, é bom contar com uma máquina empacotadora que lhe permita algumas opções, sem afetar sua produtividade.

Plásticos para alimentos, por exemplo, precisam não só ser mais resistentes como devem suportar alguns tipos de procedimentos para segurança, como luz ultravioleta e certas doses de calor, afim de matar as bactérias e microrganismos presentes na embalagem.

Sendo assim, você precisa ter a opção de trabalhar com certos materiais distintos, podendo produzir para segmentos variados.

Tipos de Empacotadoras Cetro

Empacotadora para Grãos e Pó

Preservar a qualidade e garantir a segurança alimentar na hora de embalar é muito importante.

E investir nesse tipo de equipamento agiliza e automatiza o processo de embalar.

Desta forma, a produção se torna muito mais rápida e ágil, evitando os riscos de contaminação.

Utilizar uma empacotadora permite padronizar os produtos e oferecer uma mercadoria com aspecto profissional.

Porém, você pode utilizar esses modelos para embalar produtos como: café em pó, farinha de trigo, amendoim, feijão, café, produtos farmacêuticos, talco, pesticidas agrícolas, corantes, sabão em pó e diversos outros itens.

Empacotadora para Líquidos e Pastosos

Esses equipamentos têm o seu funcionamento bem parecido com uma empacotadora para produtos secos.

O diferencial é que alguns modelos da Cetro realizam o processo de esterilização das embalagens através de raios ultravioleta.

Dessa forma, evita que as embalagens sejam contaminadas por fungos e bactérias.

Mas, na Cetro, você encontra diversos equipamentos robustos, verticais e confeccionados em aço inox com painel digital controlados por sistema CLP, sistema de pistões pneumáticos, sensores ópticos, cuba com visor de nível, ajustes de temperatura da selagem e alarmes que avisam quando o produto acaba, evitando o desperdício de embalagens.

As aplicações são diversas e as mais comuns são:  embalagens de condimentos, ketchup, mostarda, maionese e molhos em geral; ou mesmo embalagens de polpa de frutas e leite em saquinhos.

Ou seja, as empacotadoras auxiliam não apenas a reduzir o desperdício, como também a melhorar a sua lucratividade.

E se você quer empreender com os equipamentos corretos e contar com uma assistência completa para qualquer lugar do país, saiba que a Cetro oferece soluções completas para automatizar sua produção de maneira prática e rápida.

Continue acompanhando o Blog da Cetro para novos conteúdos que podem contribuir com seu crescimento pessoal, profissional e empresarial.

A empacotadora de grãos é indispensável para empresas que trabalham com feijão, ervilhas, soja, grão de bico e outros produtos desse grupo alimentar, visto que ela proporciona inúmeras vantagens, como praticidade, aumento na produção e segurança alimentar.

Para entender mais sobre o assunto e conferir a importância de ter uma máquina dessas em seu empreendimento, não deixe de ler este artigo até o final!

Empacotadora de grãos: por que comprar?

Os grãos estão dentre os alimentos mais consumidos pelos brasileiros e são essenciais para uma dieta balanceada.

Portanto, preservar a qualidade e garantir a segurança alimentar na hora de embalar é um processo importantíssimo.

Além disso, investir em uma empacotadora de grão agiliza e automatiza o processo de embalagem de alimentos.

Afinal as máquinas são desenvolvidas para dosar, selar, cortar e datar produtos de forma automática e contínua.

Desta forma, a produção se torna muito mais rápida e altamente produtiva, como também evita os riscos de contaminação — que são mais elevados quando o processo é feito manualmente.

Utilizar uma empacotadora de grãos permite que você padronize seus produtos, além de oferecer uma mercadoria com um aspecto mais profissional.

Também vale ressaltar que esse equipamento é versátil, você pode escolher os tamanhos e os tipos da embalagem que pretende trabalhar.

Como usar?

A empacotadora de grãos da Cetro Máquinas é bastante simples de utilizar.

Por isso, seu manuseio é prático para controlar e gerenciar a produção com facilidade.

Os alimentos passam por um funil para ser embalados, depois é feita a distribuição do produto para a embalagem conforme a dosagem indicada.

Todo o processo é automatizado, basta alimentar o funil com o produto, que a máquina embala, dosa, corta, sela e data a embalagem.

Ainda tem dúvidas sobre o processo? Então confira o vídeo dessa máquina em ação!

Vantagens de ter uma empacotadora de grãos

  • praticidade e simples manuseio;
  • alta produtividade, pois permite o trabalho contínuo e produz cerca de 110 sacos por minuto;
  • versatilidade, já que é possível trabalhar com vários grãos e pós, além de diferentes tipos de embalagens e dosagens;
  • evita desperdício de embalagens — a máquina avisa quando acaba o produto para não gerar pacotes vazios;
  • maior segurança alimentar;
  • mantêm a qualidade do produto;
  • protege os alimentos do contato com o ar e microrganismo;
  • facilita o transporte dos alimentos embalados.

Agora que você conhece a importância da empacotadora de grãos para sua empresa, aproveite para conferir nosso catálogo completo de produtos.