A inserção do embalo a vácuo é um grande diferencial para cozinhas caseiras ou comerciais. Com o vácuo, além de mais capacidade de armazenamento, você dá aos seus alimentos, maior vida útil e ainda traz receitas diferentes para suas mesas.

Com o embalo a vácuo, até 99% do ar é retirado de dentro da embalagem, o que faz com que seus alimentos não tenham contato com nenhum, ou praticamente nenhum agente que o degrade, e não tenha sobre ele a ação do tempo. Portanto, quando embalados, os alimentos tem seu shelf life aumentado entre 5 e 10 vezes em relação a embalos comuns, se congelado, esse número é ainda maior.

Como inserir receitas novas na minha cozinha com uma seladora a vácuo?

Uma seladora a vácuo é um ítem fundamental na cozinha de todo chefe, e isso não pode ser coincidência. Com ela, o chefe pode fazer algumas técnicas que são impossíveis sem o poder de vácuo.

Por exemplo:

– Temperos curtidos nos alimentos: temperar alimentos como carnes e os embalar a vácuo fazem com que eles fiquem em contato com os temperos de forma mais forte, numa espécie de conserva o que intensifica o sabor dos alimentos e dá mais praticidade no momento de temperar.

– Cozinhar no termocirculador: cozinhar com a técnica sous vide une toda a intensificação do sabor que o ítem acima traz ao ponto perfeito de cozimento. No termocirculador, você tem a capacidade de cozinhar em baixas e médias temperaturas (estáveis) por um longo período de tempo, onde o alimento entrará em contato apenas com o tempero colocado.

Vácuo é apenas para alimentos?

Não! O processo de vácuo pode ser feito em inúmeras coisas como jóias, livros, itens de coleção e qualquer outro objeto que você deseja que fique longe da ação do tempo.

Quais são as máquinas ideais?

Seladora Doméstica: específica para produções pequenas e de produtos secos, a máquina é ideal para quem quer alojar melhor os seus alimentos na geladeira ou congelador. Diferencial: investimento baixo.

Seladora Comercial: Ideal para produções pequenas e médias e também de produtos secos. Tem maior capacidade se comparada com a anterior e maior agilidade no embalo, ideal para produções de comércios de castanhas, amendoins e produtos de casa.

Seladora a Vácuo com Reservatório: ideal para alimentos em produção pequena, como pequenos restaurantes e cozinha caseira. Tem a capacidade de embalar produtos com certa quantidade de molhos, como carnes e massas prontas.

Seladora a Vácuo Comercial com Reservatório: ideal para produções em escala entre média e grande, com a capacidade de também selar produtos com certa quantidade de líquidos, com uma capacidade de bomba maior.

Seladora a Vácuo Comercial Automática com Reservatório: seladora de média e alta capacidade, para quem necessita selar inúmeros tipos de produtos alimentícios, ou quer utilizar em conjunto com um termocirculador.

Se ainda possui alguma dúvida em relação às Seladoras Portáteis da Cetro, confira o Cetro Responde que preparamos com algumas dúvidas de nossos clientes:

Fique ligado no Blog da Cetro e não perca nenhuma dica que pode te ajudar na sua casa ou no seu negócio!

Você deseja saber como aumentar cozinha pequena?

Saiba que há alguns truques que ajudam a conseguir aproveitar melhor os espaços disponíveis.

Além disso, também há dicas que dão a impressão do local ter um tamanho maior do que tem de fato.

Vamos entender mais sobre o assunto neste artigo. Confira!

Aproveite espaços: aumente sua cozinha pequena

O primeiro passo para você saber como aumentar cozinha pequena é entender melhor a distribuição dos equipamentos e móveis que há nela. Além disso, você precisa ter as medidas em mãos para conseguir um espaço confortável, que caiba tudo e que não pareça apertado.

Há algumas dicas que ajudam nessa hora e você precisa conhecê-las:

  1. opte por designs de móveis que ajudem a ocupar espaços e aproveitá-los. Por exemplo, faça gavetas em formato diferenciado para se adequar aos pequenos cantos. Assim, você não perde espaço;
  2. use ganchos, ventosas e ímãs nas paredes para colocar utensílios usados no dia a dia, como colheres de pau, panelas, etc. Você pode também pendurá-los, o que ajudará a economizar espaço;
  3. bancadas e mesas embutidas ajudam a aumentar sua cozinha. De maneira deslizante ou dobrável, é possível “guardá-las” quando não estiver utilizando. Além disso, você ganha uma opção extra para usar com outras finalidades, como na hora do corte dos alimentos ou da organização do preparo das refeições;
  4. aposte em prateleiras! Com elas, você aproveita os espaços perdidos nas paredes e ainda pode usá-las como parte da decoração de forma criativa;  
  5. tenha ajuda de profissionais para uma melhor organização de eletrodomésticos e armários. Móveis sob medida podem sair mais em conta do que você imagina;
  6. aposte nos suportes verticais nas partes internas dos armários. É possível colocar tábuas  de corte, papel alumínio, filme plástico, entre outros. Isso ajuda a desocupar espaço, tornando a cozinha maior para outros itens;
  7. experimente usar os suportes de papel para colocar garrafinhas térmicas ou recipientes que tenham o formato do suporte;
  8. você pode tentar armazenar em caixas de forma organizada o que você não usa sempre.

Outros truques

Além de seguir as dicas anteriores sobre como aumentar cozinha pequena, você pode também apostar em alguns truques que dão a impressão de um espaço expandido.

Veja:

  • aposte em cores claras, elas iluminam os ambientes e aumentam a sensação de amplitude;
  • use pisos ou azulejos alongados, como, por exemplo, com listras, padrões em xadrez ou com formas geométricas desenhadas.

Gostou do conteúdo? Veja mais artigos no blog da Cetro Máquinas! Aproveite e confira as dicas de limpeza na cozinha industrial ou doméstica.

Um dos fatores primordiais quando falamos de cozinhas é a sua limpeza e higiene.

Mas sabemos que manter a cozinha sempre limpa e organizada demanda tempo e atenção.

Por isso, para evitar doenças, contaminações e manter a higienização em dia, separamos algumas dicas para a limpeza da cozinha.

Confira a seguir e não deixe de colocá-las em prática no seu dia a dia.

Limpeza da cozinha

A limpeza de cozinha é uma das mais trabalhosas, justamente por se tratar de um dos cômodos que acumula mais sujeira.

Mas, além da tarefas rápidas do dia a dia, como limpar com desinfetante e manter a pia limpa, é fundamental fazer uma higienização completa regularmente.

Afinal, a cozinha é o local onde preparamos nossas refeições.

Com o passar do tempo, a tendência é que a gordura e a sujeira fiquem impregnadas, abrindo espaço para a proliferação de bactérias.

Leia mais: 3 cuidados na cozinha que você não deve esquecer

10 dicas para limpeza da cozinha 

As dicas de limpeza na cozinha listadas aqui são fundamentais tanto para cozinhas industriais quanto domésticas.

Organização

Para manter a organização dentro de sua cozinha não acumule louça, deixe os itens guardados nos armários, tenha divisórias e potes para separar os alimentos dentro da geladeira e nas despensas;

Lixos

Limpe o lixo sempre que necessário ou, pelo menos, a cada semana. Uma dica para a limpeza é colocar cubos de gelo preenchidos com metade água e metade vinagre branco dentro da lixeira. Depois de derretidos, enxágue com água. 

Tábua de corte

É normal que as tábuas de corte fiquem com cheiro forte de cebola, alho e carnes. Para acabar com isso, esfregue de sal grosso com suco de limão e deixe de molho por 15 minutos. Em seguida, lave normalmente.

Esponjas

Saber preservar a esponja de lavar louças também é importante. Não guarde o objeto molhado — após usá-la, torça e coloque em um local seco. Para a limpeza, é possível usar a mesma mistura feita para a lavagem da pia;

Panelas gordurosas ou queimadas

Mas não é que existe jeito prático de limpá-las?

Encha metade da panela com água e acrescente 1 xícara (chá) de vinagre branco. Leve ao fogo baixo até levantar fervura e adicione de 2 a 3 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio. Deixe ferver por 5 minutos e lave a panela normalmente.

Bancadas

Limpe as bancadas e mesas da cozinha regularmente, pelo menos a cada 15 dias, assim como os armários, chão e azulejos — principalmente por estarem em um ambiente em que alimentos são preparados a todo momento, o acúmulo de gordura e odores é maior;

Micro-ondas

Coloque 1/2 limão dentro de um copo de vidro e encha-o com água. Aqueça no micro-ondas por 1 minuto e 30 segundos. Assim que a água ferver, deixe o copo lá dentro por mais 1 minuto. Depois é só retirar o copo e passar uma esponja ou um pano úmido. Com esse truque, a gordura sai com facilidade.

Liquidificador

Em vez de deixar o copo do liquidificador de molho durante um tempão para sair aquela sujeira do fundo, uma dica simples é bater água fria com detergente durante uns 3 minutinhos.

Pia

Alguns alimentos como peixe e frango podem deixar cheiro forte na pia.

Portanto, quando limpá-los, higienize a pia com água fervente e suco de limão. Isso ajudará a remover o odor e até a eliminar bactérias.

Higienização

Além disso, utilize cloro para a higienização de itens como talheres, copos e pratos, segundo a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde), pois ajuda a eliminar fungos e bactérias.

Evite animais

Por fim, não deixe que animais circulem pelo local — inclusive, principalmente para as cozinhas industriais, afinal, é uma norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Lembre-se que manter o local higienizado é fundamental!

Continue acompanhando o Blog da Cetro para novos conteúdos que podem contribuir com seu crescimento pessoal, profissional e empresarial.

A técnica do Sous Vide é utilizada para que o alimento não perca suas condições naturais e nem os nutrientes através do cozimento em banho-maria. Ou seja, é possível colocar os produtos em altas temperaturas e, ainda assim, eles não perderão sabor, textura, maciez e frescor.

Quer saber mais sobre a prática e ainda aprender como utilizar de forma correta a embalagem?

Então confira nosso artigo completo para entendar melhor sobre o assunto!

O que é Sous Vide?

O nome de origem francesa significa “sob vácuo” e consiste em cozinhar alimentos previamente embalados a vácuo imersos na água em temperaturas definidas.

Seu método foi desenvolvido para preparar alimentos sem perder sua composição original. Com isso, é possível garantir uma melhor experiência de consumo, entregando um alimento fresco, saboroso e com todos os nutrientes preservados.

Para exemplificar, vamos utilizar uma carne vermelha. Ao colocá-la para cozinhar na chapa, a alta temperatura afeta seus aspectos, com uma parte mais queimada, enquanto outras não. Por isso, é normal que diminua de tamanho e tenha a aparência mais seca, afetando o sabor.

Confira 10 vantagens de usar a embalagem Sous-Vide.

E, ao realizar a cocção no Sous-Vide, isso não ocorre, porque a temperatura controlada mantem as propriedades essenciais da carne. A técnica garante o cozimento perfeito e todos os pontos ficam cozidos de maneira uniforme, sem perda de água, volume ou nutrientes.

Isso tudo acontece em razão de alguns fatores. Um deles é o modo como a embalagem é feita: sacos selados com uma seladora a vácuo. Isso garante uma maior vida útil, frescor e proteção contra bactérias.

Como utilizar as embalagens de Sous-Vide na prática?

Como funciona o Sous Vide?

Agora que sabemos o que é o Sous Vide, fica fácil entender a sua importância no preparo das refeições.

Na técnica de Sous Vide os alimentos são cozidos por igual, através de um controle exato das variáveis: a temperatura e o tempo de cozimento definidos pelo termocirculador. No entanto, o alimento permanece em banho-maria por um tempo e temperaturas pré-definidas de acordo com o tipo de produto.

Logo, para que o produto tenha uma aparência agradável ao ser servido, é recomendado finalizar as refeições no forno ou em uma frigideira, ajudando a chegar na textura desejada. Já em relação ao cozimento, o alimento estará pronto para ser consumido.

Veja receitas feitas com o termocirculador

Como usar a embalagem Sous Vide?

embalagem a vácuo previne a perda evaporativa de sabores e umidade durante o cozimento, assim, o resultado é um alimento saboroso e nutritivo.  Além disso, reduz o crescimento de bactérias e permite a transferência eficiente de energia térmica da água para o alimento.

Por isso, as embalagens para Sous Vide são especiais. Desenvolvidas em material Nylon Poli 180, suportam temperaturas até 120ºC em banho-maria por aproximadamente 1h30, cozimento uniformemente os alimentos.

Ao pegar as embalagens, você deve colocar o alimento dentro e, em seguida, fechar com uma seladora a vácuo. É possível, antes, já temperar o produto da forma que preferir.

Feito isso, você precisará contar com um equipamento de termocirculador, para colocar água e inserir o alimento embalado.

Esse aparelho é o responsável por cozinhar os alimentos em banho-maria, ou seja, sob intenso calor da água. O tempo e a temperatura irão depender do tipo de alimento que será cozinhado e do que você deseja. Já o tempo de cozimento poderá ser diferente para cada caso.

Assim, após o tempo programado, basta retirar as embalagens, e, se necessário, selar levemente (no caso das carnes) o alimento

A Cetro oferece soluções completas para todos os itens necessários para aplicação da técnica como seladoras a vácuotermocirculadores e também embalagens próprias para o preparo que atendem todas as certificações internacionais de qualidade.

Acompanhe o Blog da Cetro para conhecer outras técnicas de cozimento e equipamentos que podem aumentar a produtividade da sua cozinha.

Todo empresário deve ter em mente que é preciso ter uma estrutura mínima para fazer seu negócio funcionar.

Abrir um restaurante requer atenção a diversos detalhes, principalmente ao montar uma cozinha. Há alguns equipamentos que não podem faltar e são essenciais para garantir não apenas um bom funcionamento, mas também a qualidade dos alimentos.

Pensando nisso, separamos alguns itens que fazem parte de um maquinário de restaurante. Confira a seguir!

O que comprar para um restaurante?

Quem busca investir no ramo alimentício se pergunta: o que comprar para montar seu restaurante?

Se você quer saber os itens importantes para montar um restaurante, a maioria dos equipamentos dessa lista de compras estão relacionados à estrutura da cozinha. Mas, além deles, existem outros objetos necessários, e que, se esquecidos, podem causar problemas no seu estabelecimento.

Por isso, preparamos este artigo para te mostrar os 19 equipamentos que não podem faltar em sua cozinha.

Itens para o restaurante

Os equipamentos de restaurante englobam todos os itens que serão utilizados para fazer o negócio funcionar. Em uma cozinha, os alimentos devem ser preparados com rapidez, para não afetar o atendimento, qualidade e higiene, para gerar satisfação aos clientes.

Confira: 10 dicas de limpeza para cozinhas

Quanto mais você conseguir otimizar o tempo dos funcionários e melhorar as formas de preparo dos alimentos, melhor será para a reputação do seu restaurante.

Sendo assim, listamos alguns itens que são indispensáveis para garantir esse bom resultado.

Respeite seu orçamento

Os itens listados foram considerados importantes para o seu restaurante, mas não quer dizer que você não necessite de outros.

Por isso, é fundamental considerar o que comprar para montar um restaurante com base nos itens para a decoração. Mesas, cadeiras, tapetes, toalhas de mesa, televisores para deixar o ambiente agradável, e tudo mais que pode ser comprado de acordo com o seu orçamento.

Outros equipamentos também poderão ser essenciais ao negócio, mas vai depender muito do tipo de restaurante que irá abrir, do tamanho, do que será oferecido, especialidades, demanda, gastos, número de funcionários, etc.

Leia nosso artigo: Como evitar o desperdício de alimentos no seu restaurante? 

Cada caso terá suas especificações e você saberá, com o tempo e experiência, o que funciona ou não para seu empreendimento. É importante também ouvir as sugestões de sua equipe.

Além disso, existem outros pontos que não foram citados, mas que fazem parte de toda a estrutura de um restaurante, como a vestimenta dos cozinheiros, as bancadas de preparo, panelas, móveis, caixa, balcões e outros. Portanto, a partir daqui esse investimento na estrutura e na sua cozinha, devem ser comprados conforme o seu gosto e as suas finanças.

Agora que você já sabe o que deve constar no maquinário de restaurante, não deixe nada faltar e prejudicar o andamento dos seus serviços!

Acompanhe o Blog da Cetro e garanta que o seu negócio tenha as melhores soluções para os seus processos.

Quando resolvemos colocar a “mão na massa” na cozinha (ou tentar), é comum que os alimentos sejam cozidos em temperaturas bem altas para acelerar seu preparo.

O que muitas pessoas não sabem é que isso interfere na qualidade do produto, alterando a cor, o aspecto e também o sabor. Sem dúvidas, com a técnica de Sous Vide isso não acontece.

Esse método evita o cozimento desigual dos alimentos, em especial quando se trata de carnes que, no preparo tradicional, podem ficar secas na parte externa e cruas em seu interior.

Mas o que é Sous Vide? Acompanhe o artigo para o entender o funcionamento dessa técnica.

O que é Sous-Vide?

O nome de origem francesa significa “sob vácuo” e consiste em cozinhar alimentos previamente embalados a vácuo imersos na água em temperaturas definidas.

Seu método foi desenvolvido para preparar alimentos sem perder sua composição original. Com isso, é possível garantir uma melhor experiência de consumo, entregando um alimento fresco, saboroso e com todos os nutrientes preservados.

Para exemplificar, vamos utilizar uma carne vermelha. Ao colocá-la para cozinhar na chapa, a alta temperatura afeta seus aspectos, com uma parte mais queimada, enquanto outras não. Por isso, é normal que diminua de tamanho e tenha a aparência mais seca, afetando o sabor.

E, ao realizar a cocção no Sous-Vide, isso não ocorre, porque a temperatura controlada mantem as propriedades essenciais da carne. A técnica garante o cozimento perfeito e todos os pontos ficam cozidos de maneira uniforme, sem perda de água, volume ou nutrientes.

Isso tudo acontece em razão de alguns fatores. Um deles é o modo como a embalagem é feita: sacos selados com uma seladora a vácuo. Isso garante uma maior vida útil, frescor e proteção contra bactérias.

Além disso, o processo de cocção sous-vide requer uma seladora a vácuo. Assim, consiste em:

  • embalar a vácuo os alimentos, normalmente temperados;
  • inserir no termocirculador para fazer a cocção à baixa temperatura;
  • resfriar rapidamente;
  • armazenar sob refrigeração;
  • regenerar p/ servir;

Como utilizar as embalagens de Sous-Vide na prática?

Termocirculador Sous Vide – Constantine

Como funciona o Sous Vide?

Agora que sabemos o que é o Sous Vide, fica fácil entender a sua importância no preparo das refeições.

Na técnica de Sous Vide os alimentos são cozidos por igual, através de um controle exato das variáveis: a temperatura e o tempo de cozimento definidos pelo termocirculador. No entanto, o alimento permanece em banho-maria por um tempo e temperaturas pré-definidas de acordo com o tipo de produto.

Logo, para que o produto tenha uma aparência agradável ao ser servido, é recomendado finalizar as refeições no forno ou em uma frigideira, ajudando a chegar na textura desejada. Já em relação ao cozimento, o alimento estará pronto para ser consumido.

Veja receitas feitas com o termocirculador.

Conservação a vácuo

Já ouviu falar de alimentos embalados a vácuo?

Esse processo envolve a retirada de todo o ar presente na embalagem. Ao serem conservados a vácuo, os alimentos ficam longe do contato com o ar, mantendo a textura, cor e sabor, afinal, não perdem os nutrientes.

Da mesma forma, as embalagens a vácuo são grandes aliadas de, por exemplo, proteínas, como as carnes, que perdem propriedades específicas ao entrarem em contato com o ar devido à proliferação de bactérias e, até mesmo, fungos que reduzem a vida útil dos alimentos.

Você pode embalar os mais diversos tipos de alimentos, como grãos, cereais, carnes, legumes, verduras, alimentos com ou sem líquidos. Porém cada alimento requer cuidados especiais antes de ser selador a vácuo, como manuseio, limpeza e até cozimento. Para maiores informações consulte o site do Embrapa.

Quem trabalha com a manipulação de alimentos entende a importância de tomar diversos cuidados para o melhor condicionamento dos produtos. Por isso, deve-se levar em conta fatores como a perecibilidade e qualidade do alimento que é levado à mesa do consumidor.

Assim, alguns alimentos demandam atenção durante o tratamento e conservação. Pois ao utilizar uma embalagem a vácuo, o produto está protegido contra a perda de características únicas presentes no ar.

Um produto embalado a vácuo é garantia de qualidade e segurança para o consumidor.

Dessa forma, é responsabilidade do fornecedor do alimento garantir que o produto chegue intacto para o consumo, agregando maior valor à empresa e benefícios à saúde do cliente.

Como utilizar o Sous Vide?

Enquanto o cozimento é otimizado, você pode antecipar o preparo dos alimentos deixando-os prontos e finalizá-los no momento de servir .

Você pode utilizar a técnica para preparar diversos tipos de carnes, legumes, vegetais e vários outros alimentos. Ou seja, os temperos se intensificam em razão do tempo de interação com o alimento, preservando nutrientes específicos.

E se você tem uma preocupação com a segurança alimentar, o processo pode eliminar todas as bactérias. Com o alimento mantido na embalagem a vácuo, a manipulação direta também é reduzida.

Termocirculador Sous Vide SV-95

Confira o artigo “Por que utilizar um Sous Vide em sua casa ou no seu restaurante?

A Cetro oferece soluções completas para todos os itens necessários para aplicação da técnica como seladoras a vácuotermocirculadores e também embalagens próprias para o preparo que atendem todas as certificações internacionais de qualidade.

Acompanhe o Blog da Cetro para conhecer outras técnicas de cozimento e equipamentos que podem aumentar a produtividade da sua cozinha.