A importância da data de validade é vista pelo fato de ser uma informação obrigatória na embalagem de todos os alimentos. Em síntese, pode informar ao consumidor a data máxima que o fabricante garante a conservação das características de qualidade do produto.

E por que a data de validade é importante?

A data de validade é uma informação de extrema importância para a compra porque é ela que determina se o alimento está próprio para o consumo ou não, evitando problemas para o cliente e também para a empresa fornecedora.

Continue acompanhando o artigo para saber mais da importância da data de validade impressa na sua embalagem.

O que é data de validade?

Para definir a data de validade do produto é importante verificar características importantes. Ou seja, o alimento deve estar apto para o consumo, mantendo informações, como propriedades nutricionais, declaradas na embalagem.

Então, saber como essas propriedades se comportam ao longo do tempo é fundamental, por isso, deve-se estudar questões científicas comprovadas acerca do produto.

Para alguns alimentos, vários fatores influenciam em sua vida útil, desde o manuseio até a forma de conservação: exposição ao sol, refrigeração, temperatura adequada, consumo após aberto e muitos outros.

Afinal, há diversas variáveis que podem ocorrer durante a fabricação, como os conservantes e ingredientes. Ainda assim, a melhor maneira de determinar a data de validade de um produto é contar com uma equipe própria especializada para testes e realizar a avaliação.

Impressão de datas de validade

A informação sobre a data de validade segue os padrões de mercado.

Além da importância na embalagem, essas informações influenciam no prazo de vida do alimento. Por isso, a disposição dos dados também requer atenção, afinal, o local de impressão pode variar de acordo com o produto.

  • Potes e enlatados costumam ter a data aplicada na tampa ou na parte superior;
  • As embalagens em formato de pacote, como salgadinhos, reservam um espaço para a impressão;
  • Para os produtos que duram até três meses, é exigida a data de validade e fabricação, com dia e mês;
  • Já os alimentos que ultrapassem esse prazo devem informar apenas mês e ano. Sendo comum encontrar também produtos com dia, mês e ano descritos;

Atenção com a falta de informação

Todos os dados referentes ao consumo ou manuseio devem ser informados e são obrigatórios por lei. Portanto, precisam estar expostos de forma clara e fácil de ser visualizada pelo consumidor. Além disso, poucos produtos não necessitam ter a data de validade por não serem perecíveis.

O Código de Defesa do Consumidor informa que, caso o consumidor encontre algum produto com prazo de validade vencido, deverá solicitar a substituição por outros itens similares. Se o fornecedor não dispor dos produtos, deverá então restituir o valor pago, sem prejuízo ao cliente.

Ao contrário da informação “consumir até”, que indica riscos à saúde, a “data de validade” garante que as características do produto permanecerão intactas até o período definido.

Agora que te explicamos a importância da data de validade nas embalagens, é hora de saber mais sobre os datadores. Quer saber qual tipo de datador é ideal para os seus processos produtivos? Leia aqui!

Datadores: a melhor solução

Nós já te informamos que data de validade precisa estar em um campo visível da embalagem. Por esse motivo, a aplicação pode ser feita com datadores manuais ou automáticos, que agilizam a sua produção.

E sabe qual a melhor parte?

Na Cetro você encontra diversos modelos de datadores, equipamentos desenvolvidos para datar produtos com extrema praticidade. Além disso, podem ser utilizados para imprimir informações de modo rápido, logo, colaboram para um desempenho superior em produções de diversos produtos.

Datador Manual

Datador Automático

Seladora com Datador

Os datadores manuais e automáticos da Cetro utilizam uma fita específica para realizar a impressão em hot stamping: a Fita Ribbon.

Leia mais: Saiba como a Fita Ribbon funciona

Datador Inkjet

E, acima de tudo, as embalagens podem ser expostas em ambientes de diferentes temperaturas, sem aderir em objetos ou perder a data impressa.

O que é Hot Stamping?

Hot Stamping  é um sistema de impressão diferenciado, utilizado principalmente em pequenos detalhes como tipografia, logos e até mesmo padrões à volta de documentos ou em capas e contra capas. É muito comum vê-lo aplicado em livros de projetos de faculdade, cuja cor dourada indica as informações de capa.

Para entender o que é Hot Stamping  é importante também compreender como é seu funcionamento. Tudo se inicia com uma máquina e alguns tipos (letras) de metal. As letras são encaixadas na máquina como um carimbo. Abaixo delas passa uma fita que, ao entrar em contato com uma alta temperatura, se desprende e adere ao material.

Ou seja, o formato do tipo, quando quente, ao entrar em contato com a fita aplicada à máquina, faz com que aquela cor se solte do material e seja fixada no item que irá ser “estampado”. É assim que se trabalha com o Hot Stamping .

É importante, porém, que o material em que a gravura é aplicada seja resistente para que a alta temperatura não afete sua integridade ou seu formato.

Vantagens da aplicação

Você já reparou em alguns rótulos ou frascos? Eles costumam trazer informações como data de fabricação, lote e validade. Por isso, a utilização desse tipo de impressão permite maior clareza de informações importantes ao consumidor, afinal, em conjunto com a fita ribbon, torna a impressão é inviolável e segura.

Outro benefício em se utilizar esse método de impressão diz respeito à diferenciação perante a concorrência. Assim, o Hot Stamping agrega valor à empresa, destacando um produto nas prateleiras. Algumas marcas utilizam o recurso para prevenir a falsificação de determinados produtos.

Portanto, é interessante notar que o Hot Stamping agrega certos valores às embalagens, sendo um recurso vantajoso.

E como um datador ajuda o seu negócio?

Além de agregar mais segurança para o consumidor, a secagem rápida da data impressa evita a formação de aderência, tornando a informação nítida e inviolável.

Por isso, para que sua produtividade seja a melhor possível, os equipamentos devem acompanhar a eficiência da empresa. Esse é o pensamento da Cetro. Oferecemos as melhores soluções para embalagens com qualidade para que sua empresa cresça cada vez mais.

datadores

Quer empreender com os equipamentos corretos e contar com uma assistência completa para qualquer lugar do país? Acesse o nosso site e confira os itens que não podem faltar na sua produção.

Acompanhe o Blog da Cetro e garanta que o seu negócio tenha as melhores soluções para automatizar os seus processos.

A data de validade é uma informação de extrema importância para a compra, pois determina se o alimento está próprio para o consumo ou não, evitando problemas para o cliente e também para a empresa fornecedora.

Por isso, com as medidas de segurança e controle de qualidade dos alimentos, é obrigatório que todos tenham em suas embalagens as datas de validade e fabricação.

Mas como calcular a data de validade?

Definição da data de validade

Para definir a data de validade do produto é importante verificar características importantes. Ou seja, o alimento deve estar apto para o consumo, mantendo informações, como propriedades nutricionais, declaradas na embalagem.

Então, saber como essas propriedades se comportam ao longo do tempo é fundamental, por isso, deve-se estudar questões científicas comprovadas acerca do produto.

Para alguns alimentos, vários fatores influenciam em sua vida útil, desde o manuseio até a forma de conservação: exposição ao sol, refrigeração, temperatura adequada, consumo após aberto e muitos outros.

Afinal, há diversas variáveis que podem ocorrer durante a fabricação, como os conservantes e ingredientes. Ainda assim, a melhor maneira de determinar a data de validade de um produto é contar com uma equipe própria especializada para testes e realizar a avaliação.

Por que colocar data de validade dos alimentos?

Datar a validade dos produtos alimentícios é uma medida imposta pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária — ANVISA. O órgão é um dos maiores responsáveis pelo controle da indústria de alimentos e visa a regulamentação, registros, fiscalização e monitoramento da produção e comercialização.

Portanto, a regra é obrigatória e quem a desobedecer estará sujeito a receber um auto de infração e até mesmo uma multa por cometer a chamada prática abusiva de comercialização.

Além da data, outros itens obrigatórios que devem constar nas embalagens são:

  • Denominação de venda;
  • Lista de ingredientes;
  • Conteúdo líquido;
  • Indicação da origem;
  • Nome ou razão social e endereço do fabricante/importador;
  • Lote e prazo de validade;
  • Instruções sobre o preparo e uso (quando necessário).

Como calcular a validade?

Para saber como calcular data de validade de alimentos é realizado um estudo em laboratório com profissionais especializados. Assim, eles analisam pequenas amostras dos produtos para determinar em quanto tempo podem ser consumidos.

Vários fatores são levados em conta nesse momento, como:

  • Quantidade de microrganismos presentes;
  • Aspecto, aroma, cor e sabor;
  • Valor de pH e acidez total;
  • Nutrientes;
  • Bioquímica natural da formulação do produto (enzimas, reagentes químicos);
  • Conservantes;
  • Tempo e temperatura que o alimento deve/será exposto;
  • Umidade relativa;
  • Exposição à luz (UV e IV);
  • Composição da atmosfera dentro das embalagens;
  • Tratamento térmico posterior;
  • Manuseio do consumidor.

Por vezes, já se tem uma ideia do prazo de validade a partir das análises de outros produtos parecidos ou de concorrentes. Dessa forma, só são feitos testes para reafirmar o que se sabe.

Atenção com a falta de informação

Todos os dados referentes ao consumo ou manuseio devem ser informados e são obrigatórios por lei. Portanto, precisam estar expostos de forma clara e fácil de ser visualizada pelo consumidor. Além disso, poucos produtos não necessitam ter a data de validade por não serem perecíveis.

O Código de Defesa do Consumidor informa que, caso o consumidor encontre algum produto com prazo de validade vencido, deverá solicitar a substituição por outros itens similares. Se o fornecedor não dispor dos produtos, deverá então restituir o valor pago, sem prejuízo ao cliente.

Ao contrário da informação “consumir até”, que indica riscos à saúde, a “data de validade” garante que as características do produto permanecerão intactas até o período definido.

Agora que te explicamos a importância da data de validade nas embalagens, é hora de saber mais sobre os datadores. Quer saber qual tipo de datador é ideal para os seus processos produtivos? Leia aqui!

Datadores: a melhor solução

Nós já te informamos que data de validade precisa estar em um campo visível da embalagem. Por esse motivo, a aplicação pode ser feita com datadores manuais ou automáticos, que agilizam a sua produção.

E sabe qual a melhor parte?

Na Cetro você encontra diversos modelos de datadores, equipamentos desenvolvidos para datar produtos com extrema praticidade. Além disso, podem ser utilizados para imprimir informações de modo rápido, logo, colaboram para um desempenho superior em produções de diversos produtos.

Datador Manual

Os datadores manuais e automáticos da Cetro utilizam uma fita específica para realizar a impressão em hot stamping: a Fita Ribbon.

Saiba como a Fita Ribbon funciona

Datador Inkjet

E, acima de tudo, as embalagens podem ser expostas em ambientes de diferentes temperaturas, sem aderir em objetos ou perder a data impressa.

E como isso ajuda o seu negócio?

Além de agregar mais segurança para o consumidor, a secagem rápida da data impressa evita a formação de aderência, tornando a informação nítida e inviolável.

Acompanhe o Blog da Cetro para garantir que sua produção tenha os melhores equipamentos com os investimentos certos.