Se você está pensando em ingressar no ramo de alimentação ou pretende aperfeiçoar os métodos utilizados no seu negócio, alguns truques de empreendimento e dicas de comida congelada para vender podem te ajudar a lucrar ainda mais com esse segmento.

Afinal de contas, você já encontrou uma boa área para trabalhar — que tem crescido conforme aumentam consideravelmente as buscas por comidas rápidas e práticas — agora é só descobrir o que vender e como empreender de um jeito mais assertivo.

10 tipos de comida congelada para vender

De modo geral, há inúmeros tipos de alimentos que podem ser comercializados para facilitar a vida dos consumidores que buscam por soluções rápidas e práticas.

Entretanto, alguns produtos específicos podem combinar melhor com essa proposta de negócio.

  1. refeições congeladas prontas para consumo;
  2. sobremesas — como bolos, tortas e pavês;
  3. pizzas;
  4. salgados de festa;
  5. sopas e caldos;
  6. legumes e vegetais;
  7. porções de frutas para sucos e shakes;
  8. pratos vegetarianos;
  9. cortes especiais ou porções de carne;
  10. marmitas fitness.

03 dicas para empreender com comidas congeladas

À medida que o ramo de comidas congeladas se fortalece, a concorrência também fica maior. Sendo assim, preparar bons alimentos não é o suficiente para se destacar em um mercado tão competitivo.

Portanto, para conquistar o seu espaço como empreendedor de alimentos, você precisa utilizar as técnicas certas e apresentar diferenciais para conquistar cada vez mais clientes e, consequentemente, alavancar o seu negócio.

Quer saber como fazer isso? Confira 03 dicas para lucrar com comidas congeladas.

1. Segmente

Mas, um erro comum para os novos empreendedores é tentar atender todos os públicos, desde clientes que buscam por salgados de festas até aos que seguem dietas alimentares.

A melhor forma de atender às necessidades do seus clientes e tornar-se referência naquilo que faz é segmentando o seu negócio. Escolha uma especialidade para trabalhar e invista nela, descubra tudo sobre o segmento, conheça os consumidores e aperfeiçoe suas técnicas .

2. Planeje

Dificilmente você conseguirá alavancar um negócio sem um bom planejamento. Por isso, idealize todas as etapas relacionadas ao seu projeto, desde o plano de negócio até ao controle de estoque.

Dessa forma, pense como será feita a produção, armazenamento e distribuição dos produtos. Portanto, não esqueça de definir os métodos de divulgação da sua empresa.

Nesse passo, uma boa saída para te ajudar no planejamento e no controle da produção é a automatização dos processos, por exemplo, embalar as comidas congeladas com máquinas seladoras.

Desta forma, além de agilizar o processo e permitir o aumento de produção, você tem uma maior liberdade para criar receitas.

3. Organize

Mas, sabemos que a organização é fundamental para o sucesso de qualquer negócio.

Por isso, organize o estoque, como os alimentos que servem de matéria-prima, produtos finais e, claro, o ambiente de trabalho.

Uma boa dica para isso é investir em embalagens a vácuo, que além da praticidade na hora de guardar, ajudam na conservação dos alimentos e ampliam sua vida útil.

Além disso, esse tipo de embalagem é uma solução que preserva a textura dos alimentos, protegendo-o contra microrganismos, sendo resistente às diversas temperaturas.

E se você quer empreender com os equipamentos corretos e contar com uma assistência completa para qualquer lugar do país, saiba que a Cetro oferece soluções completas para automatizar sua produção de maneira prática e rápida.

Continue acompanhando o Blog da Cetro para novos conteúdos que podem contribuir com seu crescimento pessoal, profissional e empresarial.