Acesse a Loja

O setor alimentício vem crescendo e ganhando muitos adeptos. Isso faz com que mais confeitarias, padarias, restaurantes e outros empreendimentos se expandam, gerando empregos. Pensando nisso, há um setor bastante lucrativo, que é a comercialização de doces, que pode ser feita até mesmo em casa.

A seguir, você confere algumas dicas do segmento e sobre como fazer embalagens para docinhos!

O que é confeitaria?

Começando pelo nome, o termo confeitaria vem do latim “confectun” e significa aquilo que é confeccionado com especialidade. Por isso, a confeitaria se caracteriza pela atividade gastronômica que abrange os alimentos doces por tratar-se de receitas elaboradas com um toque especial e personalizadas por um(a) confeiteiro(a).

Nesse setor se destaca quem apresenta criatividade e um olhar apurado na gastronomia. No entanto, o sucesso envolve conhecer as possibilidades da confeitaria para gerar lucro em pouco tempo.

Mas você sabia que, historicamente, a sociedade não tinha o hábito de consumir doces?

As sobremesas que conhecemos hoje são evoluções de antigas receitas das diversas regiões do mundo. Entretanto, a história da confeitaria foi aprimorada pelos franceses que, ao longo do tempo, renovaram as receitas para os paladares mais exigentes.

Considerados os “reis dos doces”, são especialistas na arte da pâtisserie devido às receitas

Leia mais: Como surgiu a confeitaria?

Confeitaria no Brasil

A confeitaria no Brasil tem seu início datado após a Segunda Guerra Mundial, onde confeiteiros vindos de países atingidos, como França, Alemanha e Itália, trouxeram consigo as técnicas dos doces.

Naquela época, as docerias não existiam, por essa razão os confeiteiros iniciaram seus trabalhos em padarias. Assim, surgiram os doces tradicionais que conhecemos hoje: tortinhas, bombas e vários outros docinhos.

E tem mais: os primeiros doces brasileiros são a paçoca, rapadura, pé de moleque, cocada, quindim de Iaiá e também o bolo de mandioca.

Investimento

Já pensou o que seria se vivêssemos sem doce? Ficamos tristes só de pensar!

Por isso, empreender no ramo da confeitaria é um investimento inteligente, afinal, no mercado brasileiro, esse setor é o que mais cresce.

E tem mais! O grande diferencial do segmento é oferecer um produto artesanal, evidenciado pelo sabor único e personalizado. Por esse motivo, as pequenas empresas conseguem explorar o nicho com facilidade e atender maiores demandas em razão do toque caseiro.

Leia mais: Como abrir uma Confeitaria de sucesso?

Tipos de negócios no ramo da confeitaria

O segmento da venda de doces é algo que está sempre em alta. Afinal, todos precisam de bolos, docinhos, tortas e outros alimentos para festas de aniversário, de fim de ano, confraternizações, etc.

Portanto, é um nicho significativo com o qual você pode lucrar sem precisar de muitos recursos. Além disso, é possível confeitar da própria casa, tendo equipamentos de cozinha para pequenos produtores que ajudarão no serviço e no dia a dia.

Caso queira ingressar no ramo e montar um negócio próprio, é possível abrir algo que só comercialize doces ou então que complemente o faturamento com outros produtos, como uma padaria. Você também pode diminuir ainda mais o seu nicho e focar em itens específicos, abrindo uma casa de brownies, brigaderia, barraca de cupcakes, entre outros.

O faturamento da Confeitaria

O mercado de confeitaria faturou mais de R$95 bilhões só em 2019. Tendo como estimativa o crescimento global de 31% até 2025.

O valor do ticket médio aumentou, ou seja, o consumidor final está disposto a gastar mais com esse tipo de produto, favorecendo a tendência de crescimento do setor e aumentando diversas vendas. Porém, vale ressaltar que esses retornos ocorrem a longo prazo. Por isso a necessidade de planejamento e análise do mercado antes de iniciar qualquer negócio.

Apesar disso, é importante dizer que com um pequeno orçamento é possível iniciar a sua produção em casa. Se você pretende começar com o que tem, saiba que o lucro médio pode variar entre R$4 mil a R$10 mil reais.

A Cetro possui uma linha completa de máquinas nessa faixa de preço, acesse nosso site e conheça.

Como abrir sua confeitaria?

Muitas pessoas planejam tirar seus sonhos do papel e se tornarem donos do seu próprio negócio. O diferencial da área de confeitaria é a possibilidade de empreender em diversos campos sem a necessidade de investir muito dinheiro para começar.

De acordo com o Sebrae, 1 em 4 empresas fecham antes de completarem 02 anos de mercado. Por isso, separamos um passo a passo prático do que é necessário para você que deseja investir nesse ramo:

O primeiro passo é se especializar, tanto na parte culinária, quanto na parte administrativa. É preciso conhecer sobre o mercado, como gestão financeira, estratégias de venda e vários outros assuntos. Afinal, não importa o qual bom você seja na cozinha: esteja atualizado em relação às tendências da gastronomia.

Com a capacitação profissional necessária para iniciar um negócio, é possível enxergar os melhores caminhos. Facilitando o entendimento dos desafios para focar em uma área específica e alcançar o sucesso, as vantagens de poder tomar decisões com assertividade são enormes e permitem que você chegue longe.

Leia mais: 05 máquinas para Confeitaria

Como fazer embalagens para docinhos

Não basta apenas ter o dom de produzir doces deliciosos, é preciso também focar no visual do produto para aumentar as vendas. Há embalagens de diversos tipos, em plástico, papel seda, caixinhas e vários outros materiais.

A seguir, você confere algumas opções de como fazer embalagens para docinhos. Escolha a que melhor se encaixar em seu negócio!

Embalagem para brigadeiro

Você pode colocar os doces em forminhas e usar caixinhas de acetato ou acrílico transparente para a embalagem. Depois, pegue uma fita fina de cetim e dê uma volta na caixa. Escolha cores que combinem.

Outra dica é fazer trouxinhas de tecido. Corte um círculo na medida dos brigadeiros e faça uma trouxa em cada um deles, amarrando as pontas com uma fita.

Embalagem para biscoitos

Use saquinhos plásticos e coloque os biscoitos dentro. Amarre a parte aberta com fitinhas coloridas. As fitas podem ter um charme especial, enfeite no meio, como exemplo, flores e, caso sejam para festas de aniversário, é possível, inclusive, decorar de acordo com o tema.

Embalagem para cookies

Pegue mini sacos de papel de pão para colocar os cookies. Combinam bastante com o doce e, por isso, você pode decorar a parte de fora como preferir. Para embalar os cookies, use saquinhos plásticos — uma ótima dica é optar por embalagens a vácuo.

Gostou de saber como fazer embalagens para docinhos? Comece agora mesmo a alavancar os seus negócios!

Soluções para Confeitaria é na Cetro

A Cetro oferece soluções completas e os itens necessários para iniciar, incrementar, ampliar a sua produção, incluindo equipamentos para a sua confeitaria ou para iniciar um negócio de doces e também embalagens ideais para o contato com alimentos que atendem todas as certificações internacionais de qualidade.

Quer empreender com os equipamentos corretos e contar com uma assistência completa para qualquer lugar do país? Acesse o nosso site e confira os itens que não podem faltar na sua produção.

tt ads

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.