Combater o desperdício de comida é um desafio no Brasil e no mundo, principalmente em um cenário em que cerca de um terço dos alimentos produzidos é jogado fora — o que equivale a 1,3 bilhão de toneladas de comida.

Alguns dos fatores significativos para esse desperdício é a produção excessiva. O transporte, o armazenamento e o comércio também contribuem para essa perda.

Como evitar o desperdício de comida?

Um bom planejamento e o armazenamento correto de produtos são algumas das dicas para evitar o desperdício de comida na indústria.

Além disso, investir em embalagens que prolonguem a vida útil dos alimentos e que os protejam durante o transporte — como as opções a vácuo — é outra solução inteligente para esse problema.

Vale ressaltar que todos nós desenvolvemos um papel fundamental para minimizar e reverter o desperdício alimentar.

Portanto, também cabe aos consumidores comprar conscientemente tendo em vista a utilização de todos os produtos e alimentos.

3 motivos para combater o desperdício

Combater o desperdício proporciona inúmeros benefícios, a curto, médio e longo prazo, tanto para os consumidores e empreendedores, quanto para o meio ambiente.

Por isso, separamos 3 motivos para evitar o desperdício de comida na indústria:

1. Impacto ambiental

Diminuir o desperdício é de suma importância para o meio ambiente.

Mas, no Brasil, por exemplo, metade dos alimentos produzidos acabam no lixo.

Logo, acabar com os 50% de desperdício de alimentos significa diminuir pela metade o desmatamento e insumos necessários na produção.

Portanto, o impacto ambiental ocasionado pela indústria de alimentos seria menor.

Além de economizarmos os recursos naturais limitados, reduziríamos a quantidade de dióxido de carbono é emitida no ar.

2. Economia para a indústria

Em escala mundial, o desperdício de comida custa cerca de 750 bilhões de dólares por ano.

Portanto, um valor altíssimo é gasto para produzir alimentos em vão.

Por esse motivo, acabar com os gastos ocasionados pelos alimentos que acabam no lixo irá proporcionar uma grande economia para as indústrias.

Dessa forma, irão diminuir os gastos com energia, transporte, armazenamento e recursos financeiros que eram destinados para a produção desses alimentos.

3. Economia para os consumidores

No setor econômico, podemos perceber que os benefícios de evitar os prejuízos  atingem tanto as empresas, quanto os consumidores.

Na indústria, há uma economia de recursos financeiros destinados à produção de alimentos que acabam no lixo, que consequentemente reflete no consumidor final, já que não será necessário elevar os preços dos produtos para compensar os gastos com o desperdício.

Gostou de saber mais sobre o desperdício de comida na indústria e a importância de combatê-lo?

Confira também como evitar o desperdício de alimentos em restaurante

Para mais artigos como esse, acesse o blog da Cetro Máquinas.

Conhecer os tipos de embalagens para hortaliças é essencial para evitar o desperdício e garantir a durabilidade e frescor dos produtos em questão. O envase correto, além de manter as características originais de sabor, aroma e aparência, proporciona uma melhor experiência para quem consome e para quem vende.

Conheça neste artigo as embalagens adequadas para hortaliças!

Tipos de embalagens para hortaliças — no que devemos nos atentar?

Por serem alimentos delicados, os tipos de embalagens para hortaliças — e frutas — devem oferecer proteção contra amassamentos, cortes e danos gerais que diminuem o seu valor comercial no mercado.

Segundo o Globo Rural, o envase incorreto é a principal causa da perda desses alimentos, com uma média de 20% a 30%. As embalagens corretas não só evitam desperdícios, mas também protegem do apodrecimento causado por bactérias e fungos presentes no ar ou nos locais onde são colhidos.

Por questões de higiene, é recomendado que as caixas ou recipientes de armazenamentos sejam feitos de materiais duráveis. Isso porque evita a contaminação por algumas doenças, como a sigatoka-negra, que é transmitida por meio de embalagens.

Conheça agora os principais tipos de embalagens para hortaliças para assegurar melhores condições de transporte e consumo:

Plástico

Para garantir que os produtos cheguem armazenados da maneira correta é importante atentar-se à distância do caminho até o ponto de destino. É recomendado que, para pequenas produções e distâncias menores que 500 km, a embalagem ideal seja a de plástico.

Materiais de plástico em PVC são próprios para produtos “in natura”, pois protege com uma barreira dos possíveis fungos. Além disso, os tipos de embalagens para hortaliças também podem ser as de plástico em PET, pois são resistentes e também possuem uma barreira de gases e odores.  

Papelão

Para transportes em grandes distâncias, incluindo a exportação, recomenda-se a utilização de materiais descartáveis, como as caixas de papelão.

Por serem montadas conforme a necessidade e por ocuparem menos espaço de armazenamento, quem opta por esse tipo de embalagem garante 25% a mais de produtos sendo transportados nos veículos, de acordo com o portal do G1.

Ou seja, uma ótima opção para quem precisa produzir e exportar em larga escala!

Gostou de conhecer essas duas opções muito utilizadas para embalar alimentos delicados como as hortaliças? Continue acompanhando o blog da Cetro para mais assuntos interessantes como esse.

Que tal aproveitar que agora você já conhece os tipos de embalagens para hortaliças e conhecer também as melhores formas para embalar peixes? Acompanhe!

Trabalhar no ramo alimentício pede atenção em diversos fatores, como manter a qualidade dos alimentos, a quantidade e o armazenamento correto, evitando desperdícios e perda de nutrientes.

Por isso, alguns equipamentos fazem toda a diferença na hora de manusear os produtos, como é o caso do dosador volumétrico.

Com ele, é possível garantir as quantidades ideais em suas mercadorias e ainda aumentar a produção. Além dos alimentos, também serve para a área de produtos químicos. E isso interfere no gerenciamento do negócio, aumentando seus ganhos em vários aspectos.

Quer saber mais sobre esse equipamento? Acompanhe o artigo abaixo!

O que é um dosador volumétrico?

Esse tipo de equipamento é ideal para quem necessita de precisão na hora do preparo ou embalo de alimentos.

Mas, com o dosador volumétrico, é possível controlar a quantidade e peso dos produtos, permitindo uma dosagem eficaz.

Além disso, oferece praticidade, agilidade e é fácil de manusear. Aumenta a produtividade e automatiza os processos, sejam eles de larga ou menor escala. Por conta de todos esses fatores, seu uso também favorece a redução de custos.

Tudo isso interfere no controle do desperdício, seja de produtos, tempo ou dinheiro. Com a dosagem é possível colocar a mesma quantidade em todas as embalagens e o tempo de operação é otimizado.

Isso irá impactar diretamente no controle de custos, pois não ocorre a perda de mercadorias e é possível realizar mais dosagens em um período menor.

Dosador: como funciona?

Para garantir que o seu negócio não terá desperdícios e, com isso, custos maiores. Por isso, esse equipamento regula a dosagem de maneira simples, ajustando o tamanho da caneca para a medida desejada.

E isso é fundamental para evitar variações nos produtos, mantendo um padrão, sem perder grandes quantidades. Com o dosador volumétrico é possível conseguir, na maioria dos produtos, uma precisão de 100% no peso.

Como combater o desperdício?

Mesmo sendo volumétrico, o sistema de alimentação tem a função de enchimento das canecas com regularidade ao longo do seu funcionamento. É isso que contribui para que os produtos empacotados tenham praticamente o mesmo peso.

As vantagens de ter um dosador volumétrico são bem conhecidas, afinal, a automação diminui a necessidade de mão de obra e permite aumentar a capacidade produtiva, trazendo maior rentabilidade ao negócio.

Por isso, para que sua produtividade seja a melhor possível, os equipamentos devem acompanhar a eficiência da empresa. Esse é o pensamento da Cetro. Oferecemos as melhores soluções de qualidade para que sua empresa cresça cada vez mais.

A Cetro oferece diversas opções de equipamentos de dosagem, ideais para grãos e pós como cacau, castanhas, granola, cereais e vários outros. 

Quer empreender com os equipamentos corretos e contar com uma assistência completa para qualquer lugar do país? Acesse o nosso site e confira os itens que não podem faltar na sua produção.

Acompanhe o Blog da Cetro e garanta que o seu negócio tenha as melhores soluções para automatizar os seus processos.

Ao ter um empreendimento focado no ramo alimentício, um dos pontos de maior atenção é o fato de desperdiçar comida. Por isso, é muito importante ter um bom planejamento dentro do seu negócio, entender a demanda, estoque, entre outros fatores.

Neste artigo vamos conferir como evitar o desperdício de alimentos em restaurante.

Como evitar o desperdício de alimentos em restaurante

Jogar comida no lixo é algo que devemos evitar ao máximo, uma vez que sabemos que há pessoas que não têm o que comer, além de estarmos desperdiçando recursos naturais (o que afeta o ecossistema) e financeiros.

Portanto, saber como evitar o desperdício de alimentos em restaurante é algo fundamental. Veja algumas dicas de como fazer isso:

Bom planejamento

Em um restaurante, a quantidade de comida que será estocada também faz parte do planejamento da empresa. O setor responsável deve analisar a demanda e determinar qual será o montante a ser pedido. Tome cuidado com ingredientes que não são muito usados, pois de nada adianta deixá-los estocados se irão estragar no futuro.

Atenção aos prazos de validade

Fique atento à validade dos lotes que compra. Priorize datas mais estendidas do que produtos que irão atingir a data de validade em pouco tempo.

Reaproveite

Utilize a imaginação!

Pense em um cardápio que possa ser desenvolvido com alimentos que estão em menor quantidade ou perto do prazo de validade. Além disso, pode usar o fato como uma forma de fidelização dos clientes. Caso estejam sobrando frutas, por exemplo, pode fazer um dia da semana de sobremesa grátis e oferecer uma salada de frutas no pote.

Armazene corretamente

A forma como você armazena as comidas pode favorecer ou prejudicar sua vida útil. Tenha atenção às embalagens, temperatura do local de armazenagem e outras condições.

Além disso, é possível utilizar embalagens seladas a vácuo para melhorar o armazenamento dos alimentos. Podem ser embalados legumes, carnes, grãos, etc. A técnica ajuda a postergar o tempo útil dos produtos e conserva seus nutrientes e propriedades.

Invista em sua equipe

Tenha uma equipe preparada para evitar erros ao preparar os alimentos, para pensar em formas inovadoras de mudar o cardápio e para fiscalizar o setor.

Agora que você já sabe como evitar o desperdício de alimentos em restaurante, coloque as dicas em prática e não deixe mais isso acontecer! Pense no planeta e, também, no seu bolso.

Tenha hábitos cada vez mais sustentáveis e aproveite para ser uma empresa amiga do meio ambiente, investindo cada vez mais em boas práticas para a natureza.

E se você quer empreender e contar com uma assistência completa para qualquer lugar do país, saiba que a Cetro oferece soluções completas para ajudar na sua produção e automatização de processos de maneira prática.

Continue acompanhando o Blog da Cetro para novos conteúdos que podem contribuir com seu crescimento pessoal, profissional e empresarial.